Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Resumo:

O presente estudo teve como objetivo principal investigar o Custo Humano da Atividade e as Estratégias de Mediação em relação à Qualidade de Vida no Trabalho de Camareiras em um contexto hoteleiro. Trabalhou-se com a perspectiva da existência de um paradoxo, onde apenas o hóspede tem direito ao bem-estar em detrimento às vivências de mal-estar das trabalhadoras. A pesquisa ocorreu em um hotel de Brasília pertencente a um grupo internacional. A demanda apresentada refere-se ao exagero na incidência de atestados médicos. Para dar suporte teórico-metodológico à abordagem prevencionista de Qualidade de Vida no Trabalho de Mendes e Ferreira (2004), adotou-se os princípios e conceitos da Ergonomia da Atividade, cujos focos são: bem-estar, eficiência e eficácia, considerando-se que esses três parâmetros andam lado a lado. Na perspectiva da ergonomia, com origem nos países de língua francesa, atua-se na adaptação do trabalho ao homem, partindo da análise atividade. As situações reais de trabalho geram um dispêndio de energia física, cognitiva e afetiva (Custo Humano no Trabalho - aqui adaptado para Custo Humano da Atividade), forçando o trabalhador a estabelecer Estratégias de Mediação que diminuam o impacto negativo provocado pelas incoerências do Contexto de Produção de Bens e Serviços (aqui adaptado para Contexto de Serviços Hoteleiros) que podem levar ao adoecimento. Inicialmente, participaram da pesquisa 19 camareiras dos três turnos de trabalho. Posteriormente o estudo foi centralizado no turno do período diurno. Adotaram-se duas abordagens para a coleta de dados: a Análise Ergonômica do Trabalho - AET (Guérin e Cols, 2004) e, para aprofundar questões do Custo Físico na observação sistemática, utilizou-se o método OWAS (Ovako Working Posture Analysing System). Na AET, foram feitas a análise de documentos, observações (livre e sistemática) e entrevistas (coletivas e individuais). Para análise dos dados quantitativos foi utilizada a estatística descritiva e os resultados foram apresentados em freqüências e/ou percentuais por classe de impacto biomecânico. Como apoio às análises e na geração dos gráficos, utilizou-se o software estatístico SPSS versão 12.0 e o Excel. Já os dados qualitativos tomaram como referência a Análise Categorial Temática de Bardin (2004). No que se refere às condições de trabalho, foram encontrados, principalmente, indicadores de insuficiência de materiais de trabalho, falhas no suporte organizacional e problemas com mobiliário. A organização do trabalho mostrou-se deficiente notadamente quanto à divisão do trabalho, à pressão temporal e às prescrições de diversas naturezas. A variabilidade dos gostos e das posturas dos hóspedes, bem como a falta de preparo das chefias na condução de equipes, perfizeram as principais fontes de mal-estar nas relações socioprofissionais. As análises deste trabalho, alicerçadas no modelo de Qualidade de Vida no Trabalho de Mendes e Ferreira, refletiram as incoerências deste contexto como geradoras de impactos negativos no Custo Humano da Atividade. Dessa forma, prevalecem as vivências de mal-estar que tendem a levar as trabalhadoras ao adoecimento, assim como à elaboração de estratégias para lidar com a falta de flexibilidade do contexto e para evitar o mal-estar, conseqüentemente, o ambiente. Assim, se configurou um cenário explicativo das causas da demanda: incidência preocupante de atestados médicos. 

Abstract:

The present study had as main objective to investigate the Human Cost of Activity and the Strategies of Meditation related to the Quality of Working Life, of maids, in a hotel context. I worked with the perspective of the existence of a paradox, where only the guest had the right of well-being due to the experiences of uneasiness among the workers. The research took place inside a hotel in Brasilia, belonging to an international group. The presented demand refers to the exaggerated incidence of health certificates. In order to give support to the preventing approach of the Quality of Working Life by Mendes and Ferreira (2004), the principles and concepts of the Ergonomics of the Activity were adopted, which focuses on: well-being, efficiency and effectiveness, considering that these three parameters go side-by-side. In the Ergonomic perspective, which originated in French-Speaking countries, adaptation of the work to man was performed, starting from the analysis of activity. The real working situations create a great expense of physical, cognitive and affective energies (Human Working Cost), forcing the worker to establish Mediation Strategies that reduce the negative impact caused by problems in the Context of Goods Production and Services (adapted here for the Context of Hotel Services) which can lead to illness. In the beginning, 19 maids from all 3 working shifts participated in the research, later the study was centered on the morning shift only. Two approaches for collecting data were adopted: the Ergonomic Analysis of Work -EAW (Guerin and cols, 2004) and, to go deeper into questions regarding the Physical Cost in the systematic observation, we used the OWAS method (OVAKO WORKING POSTURE ANALYSING SYSTEM). With EAW, document analysis, observations (free and systematic) and interviews (collective and individual) were made. To analyze the amount of data, descriptive statistic was used and the results were presented in frequencies and/or percentages according to biomechanical class. Supporting the analysis and generation of graphics, the statistical software SPSS version 12.0 and Excel were applied. On the other hand, the qualitative data had as reference the Bardin’s Thematic and Categorical Analysis (2004). As for the working conditions, pointers of insufficiency in working materials, flaws in the organizing support and problems with furniture were discovered. The organization at work revealed itself deficient specially about the division of tasks, deadline pressures and prescriptions of many different natures. The variability of guests, along with the lack of preparation of the bosses in leading the teams, are the main sources of uneasiness in Social and Professional Relations in this context. The analysis of this work, based on the model of Quality of Working Life by Mendes and Ferreira, reflected the problems in this context as generators of negative impacts in the Human Cost of Activity. This way, the uneasiness experiences prevail, and they tend to lead the workers to illness, as well as the elaboration of strategies to deal with the lack of flexibility and avoid uneasiness of the working environment, thus, the presentation of Health Certificates can be justified.

Link: javascript:void(0);/*1477921994328*/

Um valor é necessário.
E receba nossas noticias, avisos
e informativos por e-mail
Um valor é necessário.
Um valor é necessário.
Um valor é necessário.Um valor é necessário.
Um valor é necessário.Um valor é necessário.
Incluir Remover