Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Resumo:

O presente trabalho buscou verificar a relação entre o contexto de produção musical de uma orquestra e a qualidade de vida no trabalho dos músicos. O referencial teórico utilizado fundamentou-se nos pressupostos da Ergonomia da Atividade e, como abordagem metodológica, utilizou-se a Ergonomia da Atividade aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho, subdividida em duas etapas interdependentes, a saber: Análise Macrodiagnóstico e Análise Microergonômica, esta como sendo objeto da démarche clássica da Análise Ergonômica do Trabalho. A pesquisa de delineamento quanti-quali utilizou o Inventário de Avaliação de Qualidade de Vida no Trabalho/IA_QVT; entrevistas semiestruturadas; registros fotográficos e observações sistemáticas. Participaram do estudo 57 músicos da Orquestra Sinfônica de Teresina/PI. Os resultados apontaram que os entrevistados percebem QVT como um elemento sinônimo de bem-estar no trabalho e que está fortemente associado com as dimensões das condições de trabalho, organização do trabalho e relações socioprofissionais; entre os quais, apontam que os problemas vinculados à infraestrutura, à falta de comunicação com a chefia e à falta de compromisso dos colegas de trabalho são as principais queixas das representações de mal-estar no trabalho. Perspectivas também são vistas no monitoramento do diagnóstico de QVT, uma vez que se podem fornecer valiosos subsídios para o aprimoramento da gestão do trabalho e da possibilidade de realização de novas pesquisas neste contexto de trabalho, ainda, pouco estudado. 

Abstract:

The present paper tried to verify the relation of the context of a musical production of an orchestra and the quality of life at the work of the musicians. The theoretical reference used is based on the presuppositions of the Ergonomic Activity models and as methodological approach it was used the Ergonomic Activity applied to the Quality of Life at Work, divided in two interdependent steps: Macrodiagnostic Analyses and Microergonomic Analyses, the last is an object of the classical Ergonomical Job Analyses. The research of delineation quanti-quali used the Quality of Life at Work Evaluation Form/ IA_QVT; semi structured interviews; photographic records and systematical observations. It participated of the study 57 musicians of the Teresina Symphony Orchestra. The results pointed that the interviewed noticed Quality of Life at Work as a synonymous of wellbeing at work and it is strongly associated to the dimensions of the work conditions, work organization and socio-professional relations; and they also pointed that the problems related to the infrastructure, lack of communication with the boss and the lack of commitment of the workmates are the main complaints of the representations of uneasiness at work. Perspectives are also seen on the monitoring of the diagnostic of the Quality of Life at Work, as they can give valuable subsidies to the improvement of the work management and the possibility of creation of new researches in this context of work still lowly studied.

Link: javascript:void(0);/*1477594159575*/

Um valor é necessário.
E receba nossas noticias, avisos
e informativos por e-mail
Um valor é necessário.
Um valor é necessário.
Um valor é necessário.Um valor é necessário.
Um valor é necessário.Um valor é necessário.
Incluir Remover